Letra de Délcio Luiz e parceiros cita pais do Galinho e toda sua trajetória desde Quintino até o Japão

0 35

“Do subúrbio ao Japão”, a história dos 70 anos de Zico virou música em letra de Délcio Luiz e parceiros. O maior ídolo do Flamengo, que fez aniversário, foi homenageado com a gravação de um clipe com a presença de personalidades.

A letra faz uma imersão completa na vida de Zico. Fala da juventude de Quintino, time de futsal no qual o franzino Galinho, começou a espantar os moradores das redondezas.

Dona Matilde e seu Antunes, pais do camisa 10, também são homenageados.

Referências ao hino do Flamengo, ao ídolo Dida, e à passagem revolucionária no Japão compõem outra parte da obra. A música foi lançada e exibida aos convidados na festa de Zico. O cantor, que é muito amigo do Zico e de toda família, já tinha feito outra canção e clipe para a resenha de futebol do ídolo.

O cantor e compositor Délcio Luiz carioca, autor de mais de 500 músicas que foram sucesso nos anos 90, entre eles “Meu casamento”, “Hoje eu vou pagodear”, “Gamei”, “40 Graus de Amor”, “Desliga e Vem”, “Marrom Bombom”, “Paparico”, “Cilada”, entre outros. 

Délcio teve passagens marcantes pelos grupos Raça, Kiloucura e Fundo de Quintal. Suas composições estão nas listas de sucessos do Molejo, Exaltasamba e dos quatro conjuntos por onde passou. O artista também foi gravado por Arlindo Cruz, Mumuzinho, Thiaguinho, Péricles, e vários outros. 

Quando Zico anunciava que abriria seu bar no CFZ para receber amigos e convidados ‘peladeiros ‘ no Recreio, Délcio Luís se empolgou e compôs também uma animada canção para brindar ao dia da reunião com os amigos, cerveja gelada e muita resenha.

Délcio Luiz lançou também o single “Que Segunda É Essa”. O clipe foi gravado no Bar do Galinho, que fica no Centro de Futebol Zico (CFZ), no Recreio dos Bandeirantes e contou com a participação do dono da casa, o ex- jogador do Flamengo, Zico.

Além do ídolo rubro- negro, outros convidados foram importantes para criar um ambiente de alegria e descontração. Dentre eles, Renato da Rocinha, Anderson Leonardo, Mc Koringa, Sombrinha, Ito Melodia, Fernando Santos, Leandro Ávila, Zé Roberto, Bruno Coimbra, Beto Corrêa e Digo Gama. “Que Segunda É Essa”, de autoria de Délcio Luiz, é o samba que marca a abertura do Bar do Galinho.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.