Inteligência Artificial ajuda empresários a tomarem decisões mais seguras em relação ao crédito

0 8

Empresas ganham mais flexibilidade na gestão financeira, evitando atrasos no pagamento de fornecedores, impostos e demais despesas operacionais

A antecipação de recebíveis é uma estratégia financeira que tem se mostrado bastante vantajosa para empresas de diversos setores. Trata-se de um processo em que a organização utiliza recursos futuros a receber como forma de gerar fluxo de caixa imediato. Essa estratégia financeira contribui para o crescimento sustentável das empresas, fortalece sua posição no mercado e possibilita o aproveitamento de oportunidades de negócio.

De acordo com Fábio Ieger, CEO da iCertus –  startup que inclui a inteligência artificial para ajudar cada vez mais o gestor da micro e pequena empresa a tomar decisões seguras para explorar as vantagens de utilizar a antecipação de recebíveis —, a boa utilização do crédito é uma forma de impulsionar o crescimento das empresas, permitindo o pagamento de contas, investimentos em melhorias e capacitação dos funcionários. “Outro ponto positivo é a obtenção de fluxo de caixa mais rápido. Muitas vezes, as empresas precisam esperar um prazo considerável para receber os valores devidos por seus clientes e ao adiantar esse faturamento, a empresa tem acesso imediato aos recursos financeiros necessários para cumprir com suas obrigações e realizar investimentos estratégicos”, pontua.

Desde sua fundação, a iCertus já atendeu mais de 5 mil clientes e disponibilizou aproximadamente 300 milhões de reais para micro e pequenos empreendimentos que solicitaram a antecipação de seus recebíveis. Até o final de 2023, a expectativa é que esse número alcance a marca de 500 milhões de reais disponibilizados a essa modalidade de empresas. 

Dentro deste cenário, a empresa ganha mais flexibilidade na gestão financeira. “A partir daí, é possível honrar os compromissos pontualmente, evitando atrasos no pagamento de fornecedores, impostos e demais despesas operacionais. Isso contribui para a construção de um relacionamento sólido com parceiros comerciais, preserva a reputação e ainda valoriza ainda mais a marca”, destaca.

Em muitos casos, compensa ao pequeno empresário vender a prazo e fazer o adiantamento do que dar aqueles “10% a 15%” de desconto para pagamento à vista. Fábio Ieger informa que é comum o empreendedor não fazer contas e muitas vezes ele perde dinheiro por falta desse conhecimento. “O grande diferencial da iCertus é a forma como tratamos nossos clientes, todas as taxas são claras e bem transparentes. Por conta da nossa tecnologia, conseguimos ser mais eficientes que o sistema tradicional e com isso nossos juros são menores”, diz Fábio Ieger.

Depender de linhas de crédito de instituições tradicionais já faz parte do passado. “Muitas vezes, as empresas precisam recorrer a essa alternativa para suprir suas necessidades de caixa. No entanto, essas opções podem estar sujeitas a altas taxas de juros e exigir garantias. E graças à inteligência de crédito é possível evitar essas despesas e ter acesso a recursos de forma mais rápida e menos burocrática”, pontua.

Fábio Ieger é empreendedor e apaixonado por tecnologia. Administrador de empresas, sabe o quanto é desafiador o dia a dia para manter um negócio em atividade em um país com instituições financeiras que em nada ajudam o pequeno e médio empresário. Para levar soluções sustentáveis e realistas a esse público, fundou a fintech iCertus, que utiliza dados do seu software de gestão para conceder empréstimo e capital de giro para os que mais necessitam de ajuda, e esbarram em análises injustas. Para mais informações, acesse https://www.icertus.com.br/

iCertus

O iCertus proporciona ao usuário uma experiência agradável e intuitiva, utilizando ícones de fácil compreensão, com telas simplificadas e com todas as informações em um só lugar. Com relatórios de fácil compreensão, auxilia na tomada de decisões. Agregado a isso, diversos serviços financeiros, como antecipação de recebíveis e empréstimos de capital de giro. A cada dia, a empresa inova e inclui a inteligência artificial para ajudar cada vez mais a pequena indústria. Recebeu investimentos da Bossa Nova, de João Kepler e Pierre Schurmann; e da IVP, de Fabricio Bloisi e Bruno Rondani e João Bezerra, ex-CTO do Banco Itaú; Poli Angels, de Rozallah Santoro, Marco Poli, entre outros, além de passar pela aceleração da Baita Aceleradora, na Unicamp. Para mais informações, acesse https://www.icertus.com.br/ ou pelo Instagram @icertus

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.