Cintura da Barbie: Técnica cirúrgica possibilita que mulheres conquistem a silhueta da famosa boneca

0 7

Com a cintura fina sendo considerada um símbolo de beleza feminina ao longo dos séculos, a cirurgia de remodelação de costelas apresenta-se como um procedimento promissor para quem busca essa silhueta idealizada

A Barbie, a famosa boneca que há décadas domina o imaginário infantil e o mercado mundial de brinquedos, é uma referência de beleza feminina que transcende gerações e culturas. Com sua cintura fina e delineada, a Barbie tem inspirado mulheres a buscarem a silhueta idealizada. Atualmente, avanços na medicina e na cirurgia plástica oferecem maneiras seguras de remodelar a cintura e chegar mais perto desse ideal.

André Oliveira, renomado cirurgião plástico e sócio fundador da Unique Medic e Spa em Uberlândia (MG), é especialista em técnicas seguras e eficazes para a remodelação da cintura. Ele revela que pesquisas da Universidade do Texas e da Universidade de Harvard apontam que a paixão pela cintura fina vai além da Barbie. 

O estudo de 2021, aponta que a  preferência se deve à associação intuitiva entre cintura fina, boa saúde e fertilidade, características desejáveis na perspectiva evolutiva. A cintura fina é percebida como um indicador de saúde e potencial reprodutivo, o que confirma sua posição como um padrão de beleza consistente ao longo dos séculos.

Oliveira destaca ainda que compreende o desejo de suas pacientes de exibir roupas justas e biquínis sem medo, algo que está diretamente ligado à autoestima e aos padrões culturais. Ele menciona que muitas de suas pacientes tentaram alcançar a cintura desejada através de dieta, exercícios, tratamentos estéticos, cintas modeladoras e até mesmo cremes redutores, sem sucesso. Para esses casos, a solução pode estar na cirurgia de remodelação de costelas.

O procedimento envolve a remoção dos dois últimos pares de costelas, conhecidas como costelas flutuantes, que terminam dentro da musculatura da parede abdominal lateral. Com a remoção dessas costelas, uma cintura mais estreita é esculpida. Apesar de a recuperação poder ser um pouco longa, o médico garante que a cirurgia é totalmente segura e os resultados são promissores.

Celebridades como Tati Quebra-Barraco e Carol Miranda já aderiram ao procedimento, provando que é possível alcançar a cintura de Barbie de forma segura. No entanto, é importante lembrar que a cirurgia é um procedimento sério e requer cuidados pós-operatórios rigorosos para a cicatrização adequada e a manutenção dos resultados. Como sempre, é crucial consultar um profissional qualificado antes de tomar a decisão final. Assim, a tão sonhada cintura de Barbie está ao alcance, mas deve ser abordada com responsabilidade e respeito à saúde individual.

Saiba mais sobre André Oliveira

Reconhecido não apenas por sua habilidade cirúrgica excepcional, mas também por seu envolvimento ativo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Oliveira demonstra seu compromisso com o aperfeiçoamento contínuo e inovação no campo da cirurgia plástica. Em sua clínica, Centro Médico Unique Medic & Spa, ele e sua equipe realizam cerca de 20 cirurgias por mês, empregando técnicas de vanguarda que resultam em transformações impressionantes.

Sobre a Unique Medic & Spa 

Bruna Guimarães, esposa de André, sócia e administradora da clínica, enfatiza o impacto que Oliveira e sua equipe têm na economia local. “Quando um paciente vem operar conosco, se hospeda em Uberlândia, consome em restaurantes locais, frequenta academias, contrata profissionais de suporte. É uma grande cadeia que se movimenta”, ela explica.

A clínica, inaugurada há menos de um ano, já se tornou um marco na cidade, atraindo pacientes de todo o mundo e gerando uma receita estimada de R$12 milhões. Segundo Guimarães, 78% dos pacientes que agendam e comparecem à primeira consulta são de fora do Brasil, dos quais 55% acabam realizando cirurgias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.