Novo programa de recompra de ações da Vale é aprovado

0 11

O conselho administrativo da Vale (Vale3) anunciou na última quarta – feira o programa de recompra de ações da empresa, de até 500 milhões. A companhia informou também que teve um lucro líquido de U$$4,5 bilhões no primeiro trimestre. 

Para o estrategista – chefe da Diagrama Investimentos, Ricardo Leite, o resultado veio um pouco abaixo das expectativas nas principais linhas, mas a prévia operacional que mostra a produção e venda já havia sinalizado essa queda, por isso que o mercado não agiu de forma negativa  e o programa de recompra que a empresa sinalizou, podendo comprar até 500mm de ações nos próximos 18 meses,  veio como positivo para manter a tendência de alta nos preços da companhia.

“A receita de metais básicos, ganhou maior relevância em referência a receita total, isso se deve ao preço do níquel que apesar da queda de volume teve uma alta significativa na cotação,” relata Leite.

“Apesar dos números um pouco abaixo, os pontos positivos sobressaem com prêmios maiores pelo minério de qualidade, o fluxo de caixa foi bem acima do 4tri21, (impactado pelo gasto com Brumadinho)”, revelou Ricardo. 

Ricardo pondera com relação aos ativos não estratégicos, a iniciativa de se desfazer (carvão e siderurgia) para focar nos ativos “core” da empresa, é vista como positiva, uma vez que a Vale tem um grande diferencial competitivo. 

“Mesmo o cenário macro incerto dado o aumento da volatilidade na cotação do minério de ferro e os desdobramentos da guerra na Ucrânia afetando o crescimento global. E tendo também a China com várias cidades em lockdown e reduzindo a demanda do minério, esperamos que os preços se recuperem em breve, para geração de caixa da VALE, uma vez que a empresa trabalha com o breakeven bem abaixo dos seus pares,” finaliza o estrategista – chefe da Diagrama Investimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.